Manhã ruim na Arena

foto: Orlando Bento/Minas
O Minas recebeu na Arena o time do Mogi das Cruzes em jogo válido pela 17ª rodada do Novo Basquete Brasil 7. Em um horário completamente atípico, as 10 horas da manhã de uma sexta-feira, o público ficou bem abaixo do visto nos últimos jogos em Belo Horizonte. Porém os 160 torcedores presentes estavam animados, uma vez que o time minastenista vem em grande fase na temporada.

Em quadra o jogo começou duro. O primeiro período foi de extremo equilíbrio, com os dois times trocando cestas a todo momento. O placar, com vantagem mínima para a equipe visitante, 18 a 17, foi o reflexo dessa intensa luta travada principalmente nos garrafões. No segundo quarto a história começaria a mudar. Com as faltas anotadas para Alex e Shilton, o técnico Demétrius precisou alterar algumas peças e a harmônia tática acabou deslizando. Os minastenistas paravam no aro e os mogianos dominaram os rebotes. O Minas levava para os vestiários uma desvantagem de 8 pontos.

No ínicio da segunda etapa um outro fator tomou as atenções na Arena, a arbitragem. O trio formado por Guilherme Locatelli, Marcos Ferreira e Andreia Silva, foi extremamente contestado pela torcida e atletas pela falta de critério em suas marcações. Danilo Siqueira e o banco mineiro receberam faltas técnicas, fato que não se repetiu em reclamações acintosas de Paco Garcia, Shamell e Paulão. Nesse clima quente o Minas ensaiou uma reação com as bolas longas de Robby Collum. Com a mão calibrada o norte-americano contribuiu para que o Minas encurtasse a diferença para um ponto.

No último período, porém, o Minas se viu novamente com problemas ofensivos. Muitas bolas pararam no estouro do cronômetro ou no aro, enquanto o Mogi mantinha o domínio dos rebotes e partia nos contragolpes. A iminente derrota se consolidou com o placar de 76 a 66 para o time paulista.


Com a derrota o Minas deixou o G4, sendo superado justamente pelo Mogi das Cruzes. Apesar de criteriosamente iguais em aproveitamento, com 11 vitórias e 6 derrotas cada, o time paulista superou os minastenistas no confronto direto. O Minas venceu no primeiro turno por um ponto e agora foi superado no segundo por dez pontos.

Confira as estatísticas do jogo no site da LNB

O Minas permanece em Belo Horizonte, pois na próxima terça-feira (27/01), as 16 horas, o time encara a equipe do Basquete Cearense. O jogo será na Arena e terá entrada franca.

Go MINAS!

Comentários