Vitória maiúscula no clássico

(Orlando Bento/Minas)


No retorno ao Novo Basquete Brasil, após longa pausa devido ao Jogo das Estrelas, o Minas foi a Uberlândia fazer o superclássico contra a Unitri. A partida, válida pela 26ª rodada do maior torneio do basquete nacional, tinha um grande peso para os minastenistas, que buscam vaga no G4. A Unitri, fora da zona de play-offs, tenta reabilitar-se para chegar a segunda fase.

Em quadra o Minas ignorou a pressão do clássico e de jogar fora de casa. No primeiro quarto o time já tomou a dianteira nos minutos iniciais. Literalmente dando sangue em quadra, uma vez que Danilo teve um sangramento no nariz após choque com o pivô uberlandense O'neil, o time fez 25 a 12. Para tanto, contou com grande atuação de Alex, Demétrio e Ansaloni, que veio do banco.

No segundo período o Minas fez 6-0 nos quatro primeiros minutos. Com a vantagem em dois dígitos, o técnico Demétrius conseguiu até mesmo aplicar a rotação com tranquilidade. Os minastenistas chegaram a fazer 14-2. Entretanto a Unitri ensaiou uma reação com sete pontos em sequência. O corte na vantagem, porém, não se consolidou e o Minas foi aos vestiários vencendo por 43 a 23.

Na volta do intervalo o Minas seguiu com o turbo ligado. O time do técnico Demétrius chegou a abrir 17-5, aplicando uma vantagem superior a 30 pontos. Novamente nos minutos finais o time uberlandense tentou uma reação. Mas, ainda assim, o Minas ampliou a vantagem. Final de quarto com Minas 66 a 39.

No quarto final o técnico Demétrius deu minutos para jogadores que estavam no banco, como Adyb, Bruno, Moisés e Cafferata. Retomando a vantagem para 30 pontos, o time forçou Carlos Romano, treinador da Unitri, a fazer duras críticas ao seu time nos tempos solicitados. Uma chamada de atenção que surtiu efeito, já que o time da casa venceu o quarto por 17 a 9. Final de jogo em 75 a 56 para o Minas

Confira as estatísticas do jogo no site da LNB

Com o triunfo no superclássico o Minas segue perseguindo de perto o Mogi das Cruzes, quarto colocado. O time se mantém na quinta posição, somando 17 vitórias e 9 derrotas. O Mogi, que venceu São José na rodada de hoje, soma 17 vitórias e 7 derrotas, tendo duas partidas a menos.

Os minastenistas retornam a quadra na próxima quarta-feira (18/03). O time encara a equipe de Limeira, que é vice-líder do NBB com 22 vitórias e 4 derrotas, fora de casa.

Go Minas!

Comentários