Radar Ultras - Julho aquecido

Pivôs movimentaram o mercado [Caio Casagrande/Bauru Basket, Ale da Costa/Portrait e Daniel Vorley/ECP]

O mercado do basquete nacional segue quente após o fim do Novo Basquete Brasil. Ao menos dez atletas já anunciaram a troca de casa para a próxima temporada. O Radar Ultras tem mais uma edição para te atualizar do mercado. Confira:

Bauru

O Bauru começou a oficializar seu elenco para a temporada 2017/2018. Uma das renovações mais aguardadas, a do ala Alex Garcia, saiu após longas reuniões. A franquia também já confirmou as permanências de dois ex-minastenistas, o pivô Shilton Santos e o técnico Demétrius Ferracciú. Além disso a equipe confirmou a contratação do armador Kendall Anthony, ex-Macaé. No campo das renovações pendentes, o Bauru agora trabalha firme na permanência de Jefferson Willian.

Mogi

O Mogi, do técnico Guerrinha, anunciou ter seu elenco fechado. O primeiro passo foi as renovações de Vithor Lersch, Larry Taylor, Guilherme Filipin, Jimmy Dreher, Shamell Stallworth, Fabrício Russo, Tyrone Curnell e Caio Torres. Na sequência a contratação de Patrick Carioca (Caxias) e Rafa Moreira (Macaé). Por fim a equipe anunciou, na última segunda, a contratação do jovem pivô Wesley Sena, que defendeu o Contagem Towers na Liga Ouro.

Franca

Após anunciar as renovações com Alexey, Henrique Coelho, Pedro, Jay, João Pedro, Antônio e Cipolini, a equipe de Helinho formalizou seus primeiros reforços. Ao garrafão francano se somam Luis Gruber (Basquete Cearense) e Rafael Mineiro (Flamengo). No campo das especulações, os nomes dos alas Léo Meindl (Bauru) e Lucas Dias (Paulistano), aparecem com muita força.

Flamengo

Além da baixa de Rafael Mineiro, o Flamengo já não contará com os serviços de Hakeem Rollins e Ricardo Fischer. O rubro-negro, porém, garantiu as permanências dos armadores Ronald Ramon e Humberto, dos alas Marquinhos e Marcelinho Machado e dos pivôs Olivinha e JP Batista. Segundo o Garrafão Rubro Negro, o primeiro reforço do time de Neto deverá ser o armador venezuelano David Cubillan, que estava no Trotamundos, de seu país natal.

Basquete Cearense

A equipe de Alberto Bial começou a sua montagem de elenco pelas renovações. A franquia já oficializou as permanências de Davi Rossetto, Rashaun, Sualisson, Felipe Ribeiro, Matheus Leal e Léo Waszkiewicz. As primeiras contratações confirmadas foram com dois ex-minastenistas. O armador Paulinho Boracini (Minas) e o ala Betinho (Campo Mourão) vão somar ao elenco cearense. O pivô Bruno Fiorotto, que já se despediu do Vasco, é um nome especulado no Ceará.

Vitória

Outra equipe nordestina do NBB, o Vitória começa a se reforçar visando o nacional e a Liga Sulamericana. O treinador Régis Marrelli voltará a trabalhar com o pivô Murilo Becker (Vasco), atleta que dirigiu no São José dos Campos. O clube também confirmou as permanências de Kenny Dawkins, Victor Palma, André Góes, Arthur Belchor, Renato Scholz, Edu Mariano e Douglas Kurtz.

Vasco

O Vasco começou a se movimentar no mercado. Seus primeiros reforços ficaram por conta do armador Fúlvio (Brasília), do ala Gui Deodato (Bauru) e do pivô Renato Carbonari (Paulistano). O clube ainda teria interesse em  Guilherme Giovannoni e Lucas Mariano, ambos do Brasília, Jefferson Willian, do Bauru, e Chris Hayes, do Vitória.

Liga Sorocabana

A LSB, do técnico Rinaldo Rodrigues, anunciou o retorno do ala-pivô César (Franca) e do pivô Rafael Mineiro. Com passagem pelo Minas, Rafael ficou de fora de toda a última temporada devido a lesão. Seu último clube, no NBB 2015/2016, foi o Pinheiros. O ala-pivô Matheus Pereira, que estava no Minas, e o armador Alef César, que atuava pelo Contagem Towers, também devem somar ao time de Sorocaba.


Brasília

A incerteza ainda paira sobre o ar candango. Conforme o Superesportes, a equipe teria  conseguido possíveis patrocinadores, mas as dívidas da temporada passada, que incluem salários e premiações em atraso, estariam travando os acordos. Nesse contexto a franquia já começa a perder os atletas da última temporada, a começar por Fúlvio. Os demais jogadores já negociam com outros clubes e o Brasília terá nos próximos dias uma definição de seus rumos em 2017/2018.

Comentários