Play-offs - Vamos ao quarto jogo

Minas e Vitória vão ao jogo 4 [Maurícia da Matta/EC VITÓRIA]

Com tudo igual na série, após o triunfo baiano na última quarta, a noite dessa sexta (06) vivenciou o terceiro jogo das oitavas-de-final do Novo Basquete Brasil. Novamente atuando em Salvador, no Ginásio de Cajazeiras, Minas e Vitória lutavam para alcançar uma vantagem importante no confronto. Quem vencesse chegaria a Belo Horizonte, na próxima segunda (09), as 19h30, com chance de fechar a série e avançar para as quartas.

Flávio Espiga, técnico minastenista, e Régis Marrelli, treinador rubro-negro, chegavam novamente com elencos completos. Vindo de um jogo intenso, os dois comandantes sinalizavam para novas possibilidades táticas afim de surpreender os oponentes. Em um dos embates mais equilibrados da primeira rodada de playoffs, os ajustes a cada partida se tornavam tônica em um jogo de xadrez nas pranchetas.

Quando a bola subiu o enredo parecia semelhante ao da última partida. Se por um lado o Minas tinha dificuldade em quebrar a defesa baiana, por outro via o Vitória com um bom aproveitamento na sua ofensiva. O resultado foi uma primeira parcial com os mandantes já colocando dois dígitos de frente, com 23-13. No início do período seguinte a defesa minastenista encaixou e, com uma corrida de 11-0, a equipe tomou a frente pela primeira vez no jogo. O equilíbrio porém foi rápido, com os baianos logo retomando a vantagem e levando aos vestiários o placar de 40-27.
 

Na volta do intervalo o Minas contou com um bom trabalho de garrafão, na dupla Rhoomes e Teichmann, pra remar no placar. A diferença baiana porém se manteve em dois dígitos, com vantagem por 57-46. Sem se abdicar do jogo em nenhum momento, os minastenistas seguiram a sua perseguição pela liderança. Caprichando nas bolas de três, e com uma defesa feroz, a equipe empatou o jogo. Mas o Vitória se reequilibrou nos minutos finais e chegou ao triunfo por 74-65 [23x13/ 17x14/ 17x19/ 17x19].

O pivô Ryan Rhoomes foi o cestinha minastenista, com 15 pontos. O escolta Evan Roquemore foi o reboteiro, com 7 sobras. Já o armador Gegê Chaia liderou as assistências, com 8 passes concluídos em cestas.

Sequência Com o resultado o Vitória tem a vantagem e abre 2-1 na série. O quarto compromisso, primeiro com caráter decisivo, será nessa segunda (09), as 19h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte. Os minastenistas precisam vencer para manter a série viva. Confira a trajetória:

Jogo 1 – 01/04 - Minas 80-65 Vitória - Arena Minas
Jogo 2 – 04/04 - Vitória 71-63 Minas - Cajazeiras
Jogo 3 – 06/04 - Vitória 74-65 Minas - Cajazeiras
Jogo 4 – 09/04 - 19h30 - Minas x Vitória - Arena Minas - SporTV
Jogo 5* – Data e horário a definir - Gin de Cajazeiras

O único confronto já concluído se deu com a varrida do Caxias (5) sobre o Botafogo (12), com 3-0. A equipe do sul enfrentará o Mogi (4) nas quartas. O Franca (3) aguarda o vencedor de Bauru (6) e Vasco (11), que estão empatados em 1-1. Já o Paulistano (2) espera por Pinheiros (7) e Basquete Cearense (10), também empatados em 1-1. 
O vencedor de Minas (9) e Vitória (8) vai encarar o Flamengo (1).

MAIS:  NBB: Torcida Minas Storm
NBB: O show também é seu
Playoffs: Tudo igual
PlayoffsLargou na frente

Comentários