FISU Américas - Minastenista na seleção

Minastenista Lucas Lima liderou o Brasil na FISU [Kaizen Filmes/@_helenaberaldo/CBDU/Divulgação]

Recém contratado pelo Minas para a temporada 2018/2019, o armador Lucas Lima teve uma experiência nova defendendo a Seleção Brasileira Universitária. A FISU Américas, competição panamericana, foi sediada em São Paulo entre os dias 24 e 28 de julho. Contando com mais de uma dezena de modalidades, o evento destinou ao basquete o amplo Pavilhão do Centro Paralímpico Brasileiro. Além da cobertura dos jogos via streaming, a final do basquete masculino contou com transmissão pelo Band Sports.

A base do selecionado brasileiro foi composta pelo time da Unifacisa, da Paraíba. A universidade conquistou o direito de representar o país ao ganhar os Jogos Universitários Brasileiros, competição organizada pela CBDU. Após a conquista da competição universitária, a equipe paraibana montou um time profissional para a disputa da Liga Ouro, a divisão de acesso ao Novo Basquete Brasil.

O técnico Eduardo Schafer aproveitou a experiência para a montagem do elenco que representaria o Brasil na FISU. Além de alguns atletas remanescentes da conquista do JUBs, como os alas Manoel Victor e Fábio Alexandrino, a comissão buscou jovens atletas que se destacaram na Liga Ouro. Terceiro colocado da competição de acesso, o Londrina cedeu vários jogadores. Além do hoje minastenista Lucas Lima, vieram do time paranaense o escolta Nathanael Henrique (ex-Minas), o ala Luizinho dos Santos (ex-Sport) e o pivô Pezão (ex-Macaé). O pivô Pedrão, formado pela base do Paulistano e que disputou a Liga Ouro pelo Corinthians, e o armador Victor Gusmão, formado pelo Basquete Cearense e com passagem pelo Contagem, também eram rostos conhecidos.

A competição masculina da FISU contou com seis seleções divididas em dois grupos. Na chave A, Brasil, Argentina e Uruguai; enquanto na B, Estados Unidos, México e Chile. Após um todos contra todos em cada grupo, os dois primeiros colocados de cada chave avançariam para as semi-finais, no formato 1ºx2º. Em jogo único, os vencedores chegariam a decisão e os perdedores disputariam o bronze.

Lucas Lima em ação contra o Uruguai [Kaizen Filmes/@_helenaberaldo/CBDU/Divulgação]

O Brasil iniciou sua jornada na quarta (25), frente ao Uruguai. Construindo sua vitória em um primeiro tempo de ótima postura defensiva, os brasileiros venceram por 84-47 [7x25/ 8x12/ 16x20/ 16x28]. O armador minastenista arrancou elogios da imprensa oficial, que apontou que "Lucas Lima, defendendo como um “carrapato”, como seus próprios companheiros definiram seu estilo, conseguiu forçar muitos erros do Uruguai e facilitar a vitória do time da casa". No dia seguinte Brasil e Argentina viveram um clássico intenso. Definindo apenas na prorrogação, os argentinos levaram a melhor por 79-77 [20x15/ 14x14/ 18x20/ 16x19/ 11x9].

Com o segundo lugar do grupo A, o Brasil teve os Estados Unidos como adversário da semi-final. O selecionado norte-americano contava com uma mescla de atletas de bons programas universitários do país. Destaque para Drew McDonald (Northern Kentucky Norse), Shannon Bogues (Stephen F. Austin) e Plandrous Fleming (Charleston Southern). Mesmo com o grande poderio ofensivo adversário, os brasileiros não se intimidaram e fizeram um jogo equilibrado. Apenas na última parcial os EUA conseguiram se desgarrar, vencendo o duelo por 79-65 [18x10/ 11x15/ 24x21/ 26x19].

Brasil ficou com o bronze da FISU [Kaizen Filmes/@_helenaberaldo/CBDU/Divulgação]

O Brasil encerrou a sua participação com a disputa do bronze, frente ao Chile. A seleção chilena havia caído no dia anterior para a Argentina. O duelo foi um dos mais disputados da competição. Assim como o Brasil, os chilenos se destacaram por um forte sistema defensivo ao longo do torneio. Em um embate de boas defesas, o Chile levou a melhor por 54-50, ficando com o bronze. Os EUA enfrentam a Argentina ainda nesse sábado, no jogo que vale o título.

Primeira fase
25/07 - Brasil 84-47 Uruguai
26/07 - Brasil 77-79 Argentina


Semi-final
27/07 - Brasil 65-79 EUA


Disputa de 3º Lugar
28/07 - Brasil 50-54 Chile


Agora é Minas - Após concluir a sua primeira experiência em competições internacionais, o armador Lucas Lima deve desembarcar em Belo Horizonte nos próximos dias. O atleta passará pelas avaliações médicas e fisioterapêuticas e se juntará ao grupo dos jogadores que já se apresentaram - Gegê, Augusto, Jefferson Campos, Paranhos, Tiago Dias, Wesley e Marcos Cunha. O início oficial da pré-temporada minastenista se dará no próximo dia 30.

MAIS: Base: Bi-campeão!
RadarLeozão é Minas
Radar: Che Bob em BH
Radar: Jeff fica

Comentários