NBB 11 - Turno apresentado

Arena do Minas receberá seu 11º NBB [Orlando Bento/Minas]

O Novo Basquete Brasil, em sua décima-primeira edição, já tem o seu calendário do turno definido. A Liga Nacional de Basquete (LNB) divulgou na tarde dessa segunda (20) parte da tabela de jogos de seu maior campeonato. Contando com muitas novidades, incluindo a possível criação de um torneio eliminatório, a temporada 2018/2019 da principal competição de basquete do país terá início no dia 13 de outubro. O Minas, uma das seis únicas equipes que participaram de todas as edições do NBB, tem estreia prevista para o dia 22 de outubro, contra São José dos Campos em São Paulo.

A primeira partida minastenista, porém, poderá sofrer alteração. Isso por que a Confederação Sulamericana de Basquetebol (Consubasquet) ainda não divulgou oficialmente as datas e grupos da Liga Sulamericana 2018, que terá a primeira fase disputada em outubro. O Minas, que tende a retornar a competição internacional após nove anos. aguarda pelo anuncio oficial da entidade. Nos bastidores comenta-se que há quatro sedes sendo preparadas para abrigar a fase inicial da LSB'18. As cidades de Franca, no Brasil; Montevidéu, no Uruguai; e Santiago del Estero, na Argentina; seriam os possíveis destinos do Minas. Manta, no Equador, deverá ser a sede das equipes de países piores rankeados.

O NBB, por sua vez, está um pouco mais enxuto nessa edição. Com a saída do Caxias, por questões financeiras, e o rebaixamento de Campo Mourão e LSB, o nacional contará com apenas 14 equipes. As novidades ficaram por conta dos paulistas Corinthians e São José dos Campos, finalistas da Liga Ouro (divisão de acesso), e do Brasília, que volta a ter basquete na elite após a transferência da franquia do Universo/Vitória (Bahia) para a capital do país.

Minas treina em dois períodos na pré-temporada [Orlando Bento/Minas]

No turno o Minas realizará sete jogos em casa e seis fora. A estreia na Arena MTC tem data prevista para o dia 29 de outubro, quando enfrentará o Joinville. O mês de dezembro reservou o momento mais desgastante da primeira metade da tabela. A equipe terá suas duas viagens mais longas, para Brasília (10) e Fortaleza (12), culminando com um confronto em Belo Horizonte contra o Flamengo (15).

Competições paralelas - A diminuição do número de participantes, somada ao novo calendário da FIBA Américas com datas destinadas as Eliminatórias da Copa Mundo, fez a Liga Nacional buscar novas possibilidades de jogos. A principal delas deverá ser a criação do Torneio Super 8. A competição ocorreria em paralelo ao NBB, reunindo os oito primeiros colocados do turno da competição. O provável formato será em confrontos eliminatórios, iniciando na segunda quinzena de dezembro. 


Além disso, a temporada 2018/2019 deve marcar o retorno do Torneio Interligas. A competição, que é uma parceria das ligas de Brasil e Argentina, já ocorreu entre 2010 e 2012. O torneio reuniria os quatro primeiros colocados da temporada regular de cada nacional. Segundo Kouros Monadjemi, ex-presidente do Minas e da LNB, e atualmente diretor de relações institucionais da Liga, a previsão de realização seria para março ou abril, antecedendo aos play-offs. Assim, as equipes do G4, dispensadas da disputa das oitavas do NBB, não perderiam o ritmo de jogo.

O Jogo das Estrelas, semana festiva que conta com uma série de atividades relacionadas a modalidade, deverá continuar em março. Além do tradicional jogo entre os melhores atletas do NBB, o evento realiza uma série de torneios individuais (Enterradas, 3 Pontos e Habilidades), bem como permite a realização de ativações das marcas patrocinadoras da Liga. Nos últimos dois anos a cidade de São Paulo recebeu o JdE, que ainda não tem sede oficializada para 2019.

Minas em ação - O elenco minastenista, com exceção do americano Dominique Coleman, ainda buscando regularização, já treina em Belo Horizonte. As atividades tem ocupado dois períodos, com o preparador Paulo de Paula cuidando do aprimoramento físico e com o treinador Flávio Espiga comandando treinos táticos. O ala Che Bob e o ala-pivô Sam Daniel, vindos do basquete universitário norte-americano, foram os primeiros estrangeiros a desembarcarem na cidade para a pré-temporada, na última semana. Aprovados nos testes físicos, os jogadores já treinam com o restante do grupo.

Che Bob já treina com o time em Belo Horizonte [Orlando Bento/Minas]

Além de Bob, Daniel e Coleman, a equipe minastenista conta com outros seis atletas da categoria adulta. São eles os armadores Gegê Chaia e Lucas Lima, o escolta Jefferson Campos, os ala-pivôs Wesley Castro e Alexandre Paranhos, e o pivô Leozão. Já o armador Augusto Cabral, o escolta Mário César, o ala George Junio, o ala-pivô Tiago Dias e o pivô Marcos Cunha, todos da equipe Sub20, completam o elenco.

Esses jovens atletas também vivem a expectativa de participação em mais um torneio da LNB, a Liga de Desenvolvimento de Basquete. A competição de base viveu momentos de incerteza com a instituição da Medida Provisória 841, que retirava recursos do esporte. Com o recuo do governo, a competição realizada em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) terá início na primeira quinzena de setembro, contando com onze equipes. O Minas iniciará sua jornada no Rio de Janeiro, enfrentando o Flamengo, o Paulistano, o União Corinthians e o Palmeiras.

Capacitação - A pré-temporada também tem sido um momento de capacitação para a comissão técnica minastenista. O treinador principal da equipe adulta, Flávio Espiga, e o treinador de base e estatístico do time adulto, Bruno Porto, estiveram na Argentina para participar da Clínica Internacional ADC. O evento foi realizado na cidade de Paraná, capital da província de Entre Rios, reunindo mais de duzentos profissionais do basquete entre os dias 17 e 18 de agosto.

Espiga e Bruno Porto participaram de clínica de treinadores na Argentina [Divulgação/Flávio Espiga]

O time de palestrantes contou com nomes de peso do cenário técnico mundial. O croata Jasmin Repeša, bi-camepeão italiano de clubes e ex-técnico da seleção de seu país, representou o basquete europeu. Já entre os locais, destaque para Facundo Muller (treinador do Instituto de Córdoba, que estará na Liga Sulamericana 2018) e Sebastian Ginobili (treinador do Bahia Basket).

Profissionais minastenistas já regressaram a Belo Horizonte e trabalham na pré-temporada do elenco para as competições 2018/2019. O clube estuda um giro do time pela China em setembro, em busca de aprimorar o entrosamento. Espiga já participou de duas excursões em solo asiático, uma pelo Joinville e outra pelo Basquete Cearense.


MAIS: Base: Bi-campeão!
Base: Sulamericano!
Radar: Coleman fecha o elenco
Radar: Sam é Minas

Comentários