LSB 2018 - Agora é oficial!

Arena da Barra será palco da semi-final da LSB [João Pires/LNB]

A FIBA Américas apresentou na noite de ontem (06) o calendário da fase semi-final da Liga Sulamericana de Basquete 2018. Além disso, trouxe uma novidade quanto a sede da Chave F, grupo que abrigará o Minas nessa etapa da competição. Ainda no Rio de Janeiro, tendo o Flamengo como anfitrião, o quadrangular será disputado na Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca, e não mais na Arena da Juventude, em Deodoro, como era a previsão inicial. A Chave E, na cidade paraguaia de Assunção, segue dos dias 13 a 15 de novembro, enquanto o Grupo F se dará entre os dias 20 e 22 do mesmo mês.

A disposição dos jogos na chave F procurou atender aos anseios do Flamengo, que conquistou a sede com a melhor campanha na primeira fase. Com isso o rubro-negro optou por estrear na terça (20) ante aos argentinos do Instituto de Córdoba, em um jogo a tarde - feriado no Rio. Nesse dia o Minas faz o jogo de fundo contra o Bauru. Já na quarta (21), dia em que o futebol flamenguista tem jogo a noite no Rio, os anfitriões enfrentam o Minas na abertura e, na sequência, o Bauru encara o Instituto. O quadrangular é fechado com o confronto de Minas e Instituto, seguido pelo clássico entre Flamengo e Bauru. Apenas o primeiro colocado da chave avança para a final.

Grupo E - Assunção (Paraguai)
Polideportivo Osvaldo Domínguez Dibb


13 de novembro de 2018
18:30 - Franca x Quimsa
20:45 - Olimpia x Libertad

14 de novembro de 2018
18:30 - Libertad x Quimsa
20:45 - Olimpia x Franca

15 de novembro de 2018
19:00 - Libertad x Franca
21:15 - Olimpia x Quimsa

Grupo F - Rio de Janeiro (Brasil)
Jeunesse Arena


20 de novembro de 2018
17:15 - Flamengo x Instituto
19:30 - Minas x Bauru

21 de novembro de 2018
19:15 - Flamengo x Minas
21:30 - Instituto x Bauru

22 de novembro de 2018
18:30 - Instituto x Minas
20:45 - Flamengo x Bauru

Casa tradicional - A reviravolta na escolha do ginásio que abrigará o Grupo F também atende a um anseio do basquetebol rubro-negro. Como as matérias sobre a escolha da Arena da Juventude já alertavam, o ginásio em Deodoro era apenas a quinta opção na lista de prioridades do clube. Com seus dois palcos mais tradicionais, o ginásio do Tijuca Tênis Clube e a Arena Carioca I, com problemas de calendário, o Flamengo buscou acertar as arestas com a Jeunesse Arena. O que até então inviabilizava a parceria seria uma questão financeira, referente ao valor do aluguel do ginásio. Fato que parece ter sido sanado pela diretoria rubro-negra.

Batizado originalmente de Arena Olímpica do Rio, e popularmente conhecido como Arena da Barra, o ginásio tem capacidade total de 15.430 expectadores - embora para a Liga Sulamericana deva ter setores fechados, comportando pouco mais de 6 mil torcedores. Sua construção ocorreu em 2007, em virtude dos Jogos Panamericanos do Rio de Janeiro. No Pan recebeu atividades do basquete e da ginástica artística. Sua estrutura também foi aproveitada nos Jogos Olímpicos Rio 2016, quando recebeu a ginástica artística, ginástica rítmica e trampolim. Recebeu também o basquete em cadeiras de rodas na Paralimpíada.

Gegê participou de conquistas pelo Flamengo na Arena da Barra [Divulgação]

Ainda que não seja a casa mais frequente do basquete rubro-negro, a Arena da Barra tem sido um palco histórico do clube na modalidade. Em virtude de sua ampla capacidade, vem sendo escolhido para sediar jogos importantes. Assim, foi o ginásio dos títulos flamenguistas do Novo Basquete Brasil em 2008, 2009, 2013 e 2014 bem como da conquista da Intercontinental Cup de 2014. O ginásio ainda abrigou duas edições da NBA Global Games. Em 2014, com o confronto entre Cleveland Cavaliers e Miami Heat, e em 2015, com o duelo entre Flamengo e Orlando Magic.

A combinação desse palco mais assimilável pela torcida, somado a um calendário que tentou explorar as peculiaridades dos eventos locais da cidade (Feriado da Consciência Negra) e do clube (jogo do Flamengo no Campeonato Brasileiro de futebol), são a aposta dos anfitriões para a recepção de um grande público. No NBB 11 a equipe vem mandando os seus jogos na Arena Carioca I, vizinha ao ginásio que sediará o Grupo F. Por lá, em quatro jogos, alcançou a média de 955.7 torcedores por partida.

Foco no nacional - Enquanto a aguardada fase internacional na chega, o Minas está focado no Novo Basquete Brasil. Vindo de derrota para Franca na última terça (06), a equipe já se dirige para Bauru. O time local, que vem de derrota para o Flamengo, é também um dos adversários minastenistas na Chave F da LSB. No NBB o Minas ocupa a quinta posição, com campanha de 4-2, enquanto o Bauru é décimo-primeiro, com 2-5. o jogo acontece na noite dessa quinta (08), no Panela de Pressão.

MAIS: NBB: Triunfo de gala
LSB: Partiu Rio
NBB: Virada na Arena
NBB: Derrota em Franca

Comentários