O MAIOR CONTEÚDO SOBRE O BASQUETE DO MINAS

CBI 21 - No Top Four

Gui Carvalho foi cestinha do Minas [Divulgação]

Durante a última semana a base minastenista participou do Campeonato Brasileiro Interclubes, categoria Sub 21, em Uberlândia. O torneio, promovido pelo Praia Clube e Confederação Brasileira de Basquete, conta com apoio do Comitê Brasileiro de Clubes. Reunindo onze equipes de todo o Brasil, a competição reuniu ainda duas equipes que se preparam para o campeonato nacional adulto da CBB, divisão de acesso ao Novo Basquete Brasil, o anfitrião Praia Clube e o Pinheiros.

O torneio adulto, que se iniciaria no dia 17/03, teve a sua estreia suspensa em virtude do surto da COVID-19. O campeonato Sub 21 esteve ameaçado de interrupção, mas a CBB optou por concluí-lo, se tornando o último evento da entidade até as novas definições em relação ao Coronavírus.

O Minas viajou ao Triângulo Mineiro comandado por Renan Gittiony, auxiliar de Léo Costa no adulto, e assistido por Thiago Perez, ex-atleta do clube. Teve em seu elenco os armadores Raphael Fernandes e David Dutra; os escoltas Guilherme Carvalho e Samuel Ribeiro; os alas Gabriel Emiliano, Bernardo Prosdocimi e Pedro Ribeiro; os alas-pivôs Tiago Dias, Higino Duque e João Marcelo; e os pivôs Augusto Alcassa e Marlon Joabe.
Minas foi comandado por Renan Gittiony [Divulgação/MTC]

Alocado no grupo B, fez campanha positiva de 3-1, consolidando a segunda posição. Para isso venceu na segunda (09) o Nosso Clube (SP) por 98-53; superou na quarta (11) o União Corinthians (RS) por 90-66; derrotou na quinta (12) a Sociedade Thalia/Coritiba Monster (PR) por 85-64; e fechou com derrota na sexta (13) para o Pinheiros (SP), primeiro colocado invicto, por 87-42. Na chave A avançaram o Flamengo (5-0) e o Praia Clube (4-1).

Na semi-final o Minas encarou, no sábado (14), o Flamengo. Após um primeiro tempo ruim, batido por 41-23, os minastenistas não conseguiram buscar a parede criada pelos cariocas. O resultado foi uma eliminação por 77-60. O Pinheiros bateu os donos da casa na outra semi, derrotando o Praia por 65-46.
Samuel Ribeiro foi um dos destaques do Minas [Divulgação]

A tarde de domingo (15) foi de disputa de terceiro lugar com um clássico mineiro. Minas e Praia Clube fizeram um jogo de altíssimo nível, definido apenas na prorrogação. Apesar de um expressivo duplo-duplo de Gui Carvalho, autor de 24 pontos e 12 rebotes, o Minas acabou derrotado por 78-76 [13x6/ 21x26/ 19x18/ 19x22/ 4x6]. Com isso os minastenistas ficaram com a quarta posição. A finalíssima, entre Pinheiros e Flamengo, acontece na noite de domingo.

O pivô Augusto Alcassa, recentemente chegado do basquete francano, se consolidou como um dos maiores reboteiros do campeonato. O minastenista alcançou média de 13 rebotes, além de 7.1 pontos e 15.6 de eficiência. O ala-armador Gui Carvalho foi o maior pontuador da equipe, com média de 16 pontos, além de 8.3 rebotes e 13.5 de eficiência. O ala-pivô Tiago Dias (11.2 ptos e 4.4 reb), o ala-armador Samuel Ribeiro (10.6 pts e 3.3 reb), o ala Gabriel Emiliano (15.6 pts e 5.8 reb) e o armador Raphael Fernandes (9.6 pts e 3.5 reb), também foram destaques.

Augusto Alcassa foi um dos maiores reboteiros do CBI [Divulgação]

NBB - A Liga Nacional de Basquete vive uma polêmica com a manutenção do Novo Basquete Brasil em meio ao surto da COVID-19. Em meio a nota da Associação de Atletas e manifestações públicas de diversos atletas pedindo a suspensão da principal competição de basquete do país, a entidade optou pela realização dos jogos da semana com portões fechados. Na noite desse domingo (15) a LNB emitiu nova nota oficial suspendendo por tempo indeterminado o NBB. Assim, a partir de segunda-feira, não teremos mais partidas pela competição. O Minas entrou em quadra no último sábado, em jogo sem público no ginásio Wlamir Marques, e derrotou o Corinthians por 77-70. Resultado que manteve os minastenistas na quarta colocação, com 17-9.

Comentários